slide1.png

ENTREVISTA AO DIRETOR DO SDEC

Imprimir

FEITA PELO JORNAL "COMUNIDADES A CAMINHO" DAS PARÓQUIAS DO ARCIPRESTADO DA CARAPINHEIRA, DA DIOCESE DE COIMBRA

Foi no passado dia 11 de Outubro, que iniciámos o Ano da Fé. Embora já todos tenhamos ouvido falar desta importante iniciativa, decretada pelo Papa Bento XVI, quisemos perceber um pouco melhor algumas questões. Assim, fizemos algumas perguntas ao Senhor Padre Manuel António Ferrão, desde setembro diretor do Secretariado Diocesano da Evangelização e Catequese (SDEC), bem conhecido de todos pela sua função como Administrador Diocesano.

FEITA PELO JORNAL "COMUNIDADES A CAMINHO" DAS PARÓQUIAS DO ARCIPRESTADO DA CARAPINHEIRA, DA DIOCESE DE COIMBRA

Foi no passado dia 11 de Outubro, que iniciámos o Ano da Fé. Embora já todos tenhamos ouvido falar desta importante iniciativa, decretada pelo Papa Bento XVI, quisemos perceber um pouco melhor algumas questões. Assim, fizemos algumas perguntas ao Senhor Padre Manuel António Ferrão, desde setembro diretor do Secretariado Diocesano da Evangelização e Catequese (SDEC), bem conhecido de todos pela sua função como Administrador Diocesano.

Mafalda: O que é o Ano da Fé?
O Ano da Fé é um período de tempo (um ano sensivelmente) que o Papa Bento XVI propõe à Igreja Universal para que , comemorando o 50.º aniversário do início do Concílio Vaticano II e o 20.º aniversário da publicação do Catecismo da Igreja Católica, se faça uma redescoberta da fé.

Vanessa: O Ano da Fé iniciou-se a 11 de outubro de 2012 e terminará de 2013. Porquê nessas datas?
O dia 11 de Outubro coincide com a data do início do Concílio Vaticano II em 1962 e a publicação do Catecismo da Igreja Católica em 1992, e o 24 de novembro é a Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, final do Ano Litúrgico.

Mafalda: Com que finalidade é que o Papa Bento XVI instituiu o Ano da Fé e que meios sugere para viver este ano?
A finalidade deste ano é que os cristãos, tomando consciência da sua filiação divina, nascida no batismo, a assumam com verdade e convicção, deixando-se converter ao Senhor Jesus, Ele que é o único Salvador do mundo. O afastamento da vida cristã por parte de tantos homens e mulheres leva a Igreja a pensar em como renovar a fé nestes cristãos. Daqui nasce a proposta que já o Papa João Paulo II apresentava como desafio: a nova evangelização. Os meios que o Papa sugere para a vivência deste ano, partem muito do convite ao estudo e conhecimento dos documentos do Concílio e do Catecismo da Igreja, que na oração e meditação da Palavra de Deus se traduzem em testemunho, em ações corajosas no mundo de cada dia.

Vanessa: Como espera que as pessoas reajam a esta iniciativa?
Muito bem. Penso que todos temos consciência da necessidade de revitalizar a fé em Jesus Cristo. Só n’Ele o homem encontra verdadeiras respostas para as suas necessidades mais profundas…

Mafalda: Será que esta iniciativa vai dar frutos? Porquê?
Certamente! Porque todos nos vamos empenhar nas propostas de reflexão e ação cristã no meio em que vivemos…

Vanessa: Como podem as crianças e os adolescentes viver melhor o Ano da Fé?
Podem viver melhor este Ano da Fé procurando empenhar-se mais na sua formação cristã – participar assiduamente e com interesse na catequese e na Eucaristia; levar para a sua casa e para a sua escola a alegria da amizade com Jesus; convidarem os seus pais a participar nas iniciativas que a comunidade propõe e a incentivarem a oração na família com a proposta que surgirá a partir do 1º Domingo do Advento… tantas coisas que a criatividade pode sugerir.


Mafalda: Quais as principais iniciativas que o SDEC propõe para o âmbito da catequese afim de vivermos melhor este ano?
Este ano para lá das iniciativas habituais de formação dos catequistas com os Cursos de Iniciação em algumas zonas da Diocese e dos Encontros com os Pais e Padrinhos das Crianças que vão fazer a Primeira Comunhão, o SDEC propõe o conhecimento das 4 constituições do Concílio Vaticano II, em 4 sábados, ao longo deste ano e sobretudo procurará levar aos catequistas e agentes da evangelização as propostas diversas que a Diocese propõe a todos os cristãos – os encontros arciprestais de espiritualidade no advento e quaresma; as 15 catequeses programadas pelo Secretariado de Coordenação Pastoral; as palavras-chave que surgirão ao longo do ano litúrgico como ponto de síntese da liturgia dominical e proposta de oração familiar; as assembleias arciprestais no Domingo da Igreja Diocesana; a Peregrinação Diocesana ao Santuário de Fátima.
Através do Site do SDEC (www.sdec-coimbra.com) serão também oferecidos textos e iniciativas diversas ao longo do ano para as nossas catequeses…

Vanessa: Que mensagem gostaria de deixar a todos os fiéis sobre o Ano da Fé?
Sobretudo que se deixem amar por Jesus, que não se deixem levar somente pelo ritmo de corrida que o mundo de hoje nos apresenta, mas parem, pensem, reflitam… rezem para que a presença amorosa de Deus nas suas vidas lhes dê mais sentido e entusiasmo para construir o viver. Apetece-me pensar na frase do Evangelho: “Nem só de pão vive o homem, mas de toda a Palavra que da boca de Deus nos vem”.

I like very much this iPage Hosting Review because this is based on customer experience. If you need reliable web hosting service check out top list.
Joomla Templates designed by Best Cheap Hosting