slide3.png

Todos, tudo e sempre em missão

Imprimir
Categoria: Notícias
Publicado em Quarta, 06 Junho 2018

"Todos, Tudo e Sempre em Missão"
Nota Pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa para o Ano Missionário e o Mês Missionário Extraordinário

1. Por motivo do centenário da Carta Apostólica Maximum Illud, de 30 de novembro de 1919, do Papa Bento XV, o Papa Francisco declarou o mês de outubro de 2019 "Mês Missionário Extraordinário", tendo como objetivo despertar para uma maior consciência da missão e retomar com novo impulso a transformação missionária da vida e da pastoral.

Em união com o Santo Padre, queremos celebrar esse centenário apelando a um maior vigor missionário em todas as dioceses, paróquias, comunidades e grupos eclesiais, desde os adultos aos jovens e crianças.
Acolhendo com alegria a proposta do Papa Francisco de um Mês Missionário Extraordinário para toda a Igreja, nós, Bispos portugueses, propomo-nos ir mais longe e celebraremos esse mês como etapa final de um Ano Missionário em todas as nossas Dioceses, de outubro de 2018 a outubro de 2019.

Descarregar o ficheiro

Homilia de D. Virgílio no Dia do Corpo de Deus

Imprimir
Categoria: Notícias
Publicado em Quarta, 06 Junho 2018

HOMILIA DE D. VIRGÍLIO NO DIA DO CORPO DE DEUS

Caríssimos irmãos e irmãs!

A promessa de Jesus “Eu estou sempre convosco até ao fim dos tempos” (Mt 28, 20) e “Não vos deixarei órfãos; Eu voltarei a vós!” (Jo 14, 18), cumpre-se de muitas formas, mas de modo muito especial – de modo sacramental – na Eucaristia.

O cristianismo é uma constante afirmação da presença de Jesus Cristo no coração e na vida do seu povo: na encarnação nasce entre nós e torna-se um irmão, na páscoa oferece-se por nós, para partilhar a totalidade das nossas dores e nos libertar do poder do mal; na ressurreição alcança-nos a glória e na ascensão volta para junto do Pai, assegurando sempre a presença em nós e na comunidade dos discípulos por meio da força do Espírito Santo.

A certeza de fé acerca da presença de Jesus em nós e na comunidade cristã responde a uma necessidade humana de extrema importância para que vivamos em paz interior: a necessidade de companhia. A presença dos outros na nossa vida e a nossa presença na vida dos outros, quando é uma presença fiel e acolhida com confiança, torna-se potenciadora da paz interior e do equilíbrio humano; ajuda a enfrentar todos os medos que se instalam no coração. A presença de Jesus na nossa vida e a certeza da sua companhia divina, amorosa e fiel, constitui algo de essencial na vida de um cristão e fortalece-o no meio de todas as adversidades. De um modo especial, quem acredita na presença de Jesus na Eucaristia que se celebra ou que se adora e mantém com Ele uma relação de diálogo, confiança, amizade, pode progredir na fé, na vida espiritual e cristã, no amor a Deus e aos outros, porque sente-se sempre em companhia e não cede aos temores da solidão.

Continuar em Documentos "Bispo - 2. Homilias"

Primeira Catequese do Papa sobre o Crisma

Imprimir
Categoria: Notícias
Publicado em Quarta, 06 Junho 2018

PAPA FRANCISCO
PRIMEIRA CATEQUESE SOBRE O CRISMA
UNGIDOS PELO ESPÍRITO
Quarta-feira, 23 de maio de 2018

Estimados irmãos e irmãs, bom dia!

Depois das catequeses sobre o Batismo, estes dias que se seguem à solenidade de Pentecostes convidam-nos a refletir sobre o testemunho que o Espírito suscita nos batizados, pondo em movimento a sua vida, abrindo-a para o bem dos outros. Aos seus discípulos, Jesus confiou uma grande missão: «Vós sois o sal da terra, vós sois a luz do mundo» (cf. Mt 5, 13-16). Estas imagens fazem pensar no nosso comportamento, pois tanto a carência como o excesso de sal tornam desgostosa a comida, assim como a falta ou o excesso de luz impedem de ver. Somente o Espírito de Cristo nos pode oferecer verdadeiramente o sal que dá sabor e preserva contra a corrupção, e a luz que ilumina o mundo! E esta é a dádiva que recebemos no Sacramento da Confirmação, ou Crisma, sobre o qual desejo refletir convosco. Chama-se “Confirmação” porque confirma o Batismo, fortalecendo a sua graça (cf.Catecismo da Igreja Católica, 1289); assim como a “Crisma”, porque recebemos o Espírito mediante a unção com o “crisma” — óleo misturado com o perfume consagrado pelo Bispo — termo que remete para “Cristo” o Ungido de Espírito Santo.

Continuar em Documentos "Papa - 1. Catequeses - Crisma"

O Espírito Santo e nós

Imprimir
Categoria: Notícias
Publicado em Segunda, 21 Maio 2018

Na sua missão, os Apóstolos tinham experiência vivida e consciência clara de que a força que os movia, a coragem com que enfrentavam as perseguições, a sabedoria que mostravam no anúncio do evangelho e a orientação que davam à vida da Igreja não provinham das capacidades deles. Agiam com a força que Jesus lhes prometera: “Recebereis uma força vinda do alto e sereis minhas testemunhas”(Act 1,8). Neste contexto, compreendemos a forma como apresentam as suas decisões e mensagens: “O Espírito Santo e nós”; ou “nós em união com o Espírito Santo”.

Agiam realmente em união e sintonia perfeita com o Espírito Santo. Ainda hoje, todos devemos procurar agir sob a inspiração do Espírito Santo. Os que vivem segundo o Espírito experimentam a mesma alegria e bondade, mostram também disponibilidade, humildade e entrega à missão que lhes é confiada. No entanto, não é garantido que todos os que afirmam que estão inspirados pelo Espírito Santo não se enganem. Pode ser presunção e ilusão. É possível, e muitas vezes tem acontecido, alguns equivocarem-se e atribuir ao Espírito Santo os desejos pessoais. Por isso, como a igreja sempre afirmou, é necessário o discernimento feito pela comunidade cristã e seus orientadores. É a Igreja que faz o reconhecimento dos carismas do Espírito santo.

Continuar: O Espírito Santo e nós

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA GAUDETE ET EXSULTATE

Imprimir
Categoria: Notícias
Publicado em Quarta, 11 Abril 2018

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA
GAUDETE ET EXSULTATE DO SANTO PADRE FRANCISCO
SOBRE A CHAMADA À SANTIDADE NO MUNDO ATUAL

 

1. «ALEGRAI-VOS E EXULTAI» (Mt 5, 12), diz Jesus a quantos são perseguidos ou humilhados por causa d’Ele. O Senhor pede tudo e, em troca, oferece a vida verdadeira, a felicidade para a qual fomos criados. Quer-nos santos e espera que não nos resignemos com uma vida medíocre, superficial e indecisa. Com efeito, a chamada à santidade está patente, de várias maneiras, desde as primeiras páginas da Bíblia; a Abraão, o Senhor propô-la nestes termos: «anda na minha presença e sê perfeito» (Gn 17, 1).

2. Não se deve esperar aqui um tratado sobre a santidade, com muitas definições e distinções que poderiam enriquecer este tema importante ou com análises que se poderiam fazer acerca dos meios de santificação. O meu objetivo é humilde: fazer ressoar mais uma vez a chamada à santidade, procurando encarná-la no contexto atual, com os seus riscos, desafios e oportunidades, porque o Senhor escolheu cada um de nós «para ser santo e irrepreensível na sua presença, no amor» (cf. Ef 1, 4).

Continuar em Documentos "Papa - 7. Exortação Apostólica"

I like very much this iPage Hosting Review because this is based on customer experience. If you need reliable web hosting service check out top list.
Joomla Templates designed by Best Cheap Hosting